"As melhores coisas da vida são vistas com o coração".

CLAU LEÃO

Minha foto
SÃO JOÃO, PERNAMBUCO, Brazil
"A inteligência é o farol que nos guia, mas é a vontade que nos faz caminhar."

Follow by Email

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Por que trabalhar com projetos?


Trabalhar com projetos faz com que as aulas se tornem mais dinâmicas, mais interessantes, mais construtivas e mais interativas.
Nossos alunos estudantes, hoje, são mais agitados, ativos, questionadores e, sabendo disso, nós precisamos transformar nossas aulas, tornando-as mais atrativas. Bom para estudantes e professores, pois dessa forma, o professor instiga, propõe, dá pistas, enquanto o estudante pesquisa, trabalha em duplas ou grupos e constrói seu conhecimento de uma forma gostosa, sem “decorebas”, sem imposições.
Como montar um projeto?
 
Montar um projeto é bem simples. Basta ir respondendo às perguntas abaixo e ao final você terá seu projeto montado.
a)  Título: O que vamos trabalhar?
O título deverá ser claro, objetivo e não muito extenso.
b)  Justificativa: Por quê?
As razões, a relevância da realização do projeto. Destaca-se neste item: os acontecimentos relacionados com tema e a importância do projeto para a comunidade.
c)  Objetivo: Para quê?
Devem ser redigidos de forma clara, pois vão direcionar todo trabalho. O objetivo é o alvo a ser alcançado, e para se chegar a esse alvo, é necessário alcançar os marcos de aprendizagem.
d)  Conteúdos, atividades: O que trabalhar?
Elencar os conteúdos e as atividades que serão abordados e produzirão conhecimento.
Obs.: Os conteúdos deverão fazer parte do Plano de Ensino anual do professor(a);
e)  Metodologia: Como?
Procedimentos das etapas a serem adotadas para que os objetivos sejam alcançados. Pode-se pensar na metodologia (no jeito de trabalhar para se atingir o objetivo) de várias maneiras, por exemplo, para se atingir determinados marcos, precisamos trabalhar de uma forma, para outros marcos, de outra. O importante é chegar ao alvo proposto no início da atividade.
f)   Em Ate – Que linguagem foi trabalhada?
Música? Teatro? Ates Visuais?
g)  Na atividade, como foi contemplado o conhecer? O fazer? O apreciar?
ü  Conhecer. É a contextualização da atividade, a história, a referência.
ü  Fazer. É o processo da confecção, as fases da criação.
ü  Apreciar. É a apreciação estética das referências históricas para a criação, apreciação da própria criação e da apreciação das criações dos colegas. É o diálogo com as obras ou produções. É a discussão ou apontamentos dos conteúdos de arte abordados e trabalhados nas obras apreciadas.
h)  Interdisciplinaridade: Com quais disciplinas? Sempre que possível, é importante estudar conteúdos de forma interdisciplinar (várias disciplinas interligadas), para que se entenda o que esta sendo trabalhado de maneira mais ampla, global, e mais clara.
i)   Recursos humanos: Com quem?
Quais pessoas estão envolvidas na execução do projeto.
Quem são?
j)   Recursos materiais: Com o quê?
Previsão de materiais necessários para a realização do
trabalho: livros, papéis, tesouras, colas, CDs, aparelho de
som, TV, vídeo, fitas, máquina fotográfica, filme, espaço,
enfim, pense em tudo que será necessário.
k)  População Alvo: A quem?
Beneficiados com o projeto, quantificar.
l)   Cronograma: Quando?
Previsão de cada etapa do projeto. Pode ser organizado em aulas, dias, semanas, etc.
m)               Avaliação Qual conhecimento foi adquirido?
A avaliação poderá ser individual, em duplas ou grupos. Poderá ainda ser feita através de registros, observações do professor, dos colegas ou auto-avaliação, ou ainda coletivamente, no momento da apreciação estética realizada ao final da criação. O importante é que fique claro o que se aprendeu. Caso o professor perceba que seus alunos estão com dificuldades em determinados conteúdos, deverão retomá-los de uma nova forma.
IMPORTANTE:
1.   Não esquecer de anexar as evidências (trabalhos, registros, comentários, relatórios), o antes e o depois.
2.   Sempre que iniciamos um projeto é necessário fazer o diagnóstico – perceber o que os estudantes sabem ou de que a comunidade necessita, enfim, pisar em terra firme para não cometer erros;
3.   Não se esqueça também do colocar a bibliografia, que servirá de consulta e apoio.
4.   Quando fazemos um projeto e registramos como forme os itens 1,2, 3, estamos produzindo o portfólio do projeto.

ARTE É ÁREA DE CONHECIMENTO HUMANO, PATRIMÔNIO HISTÓRICO E CULTURAL DA HUMANIDADE!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.